Manejo Florestal Sustentável

Os papéis da International Paper respeitam a natureza, pois são produzidos a partir de florestas 100% plantadas e renováveis.

O manejo florestal da International Paper visa o abastecimento das fábricas em madeira, proveniente de florestas 100% plantadas e renováveis. O processo contempla a produção das mudas, o plantio e a manutenção das florestas, a colheita e o transporte da madeira. A competitividade e a sustentabilidade são garantidas pelas certificações de manejo florestal (CERFLOR, FSC), qualidade, meio ambiente, saúde e segurança do trabalho (ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001), e por programas estruturados de inovação tecnológica e melhoria contínua dos processos florestais.

A paisagem dos hortos florestais da International Paper é composta por florestas plantadas e por áreas destinadas a conservação da natureza. Este “mosaico florestal” permite a harmonia entre matas nativas e florestas comerciais, proporcionando melhorias na geração de produtos e serviços das florestas, como a preservação de habitat e a conservação da biodiversidade. Para cada 3 hectares de eucalipto, a empresa conserva 1 hectare de ecossistema natural. Dessa forma, a paisagem florestal permanece com mais equilíbrio ecológico, sendo já identificadas 350 espécies de árvores nativas e mais de 400 espécies de animais da fauna brasileira.

A empresa mantém quatro RPPNs (Reserva Particular do Patrimônio Natural) no Estado de São Paulo, sendo uma em processo de reconhecimento. Essas unidades de Conservação possuem uma área total de 1.343 hectares. No município de Mogi Guaçu, há duas áreas destinadas a conservação, sendo uma com 187 hectares e uma em  reconhecimento, com cerca de 221 hectares. Já nos municípios de Brotas, Espírito Santo do Pinhal e Conchal, a International Paper conta com outras três áreas de 793, 50, e 92 hectares respectivamente. A concentração significativa de valores relativos à biodiversidade em nível regional e proteção dos recursos hídricos das bacias hidrográficas, são um dos principais atributos ambientas dessas RPPNs.

Conheça abaixo o Resumo do Plano de Manejo de 2018, a Política de Aquisição de Matéria-prima Florestal e a Política Integrada de Gestão Florestal